A MULHER QUE GANHOU O CORAÇÃO DE TODOS

Falar para uma plateia cheia pode ser aterrorizante para a maioria das pessoas. Você sente medo de se embaralhar com as palavras quando está em uma reunião da empresa ou quando vai apresentar um projeto?

Saiba que é mais comum do que você imagina.

Um estudo pediu para as pessoas listarem seus maiores medos e obteve como resultado que falar em público é um dos mais temidos. Pasmem, superou medo de altura e até o medo da morte.

Uma das razões para isso ocorrer encontra-se em nosso desejo, muitas vezes inconsciente, de apoio, respeito e afeto dos outros. Normalmente a maneira como os outros nos veem tem bastante importância para nós.

Nas novas configurações do mercado de trabalho, com o aumento do empreendedorismo, cada vez mais, falar em público torna-se necessário. Você não precisa ser um grande influenciador, ou um grande líder de alguma organização, mas uma apresentação pessoal ou do seu negócio em uma apresentação abre várias portas e pode transformar sua carreira.

Chris Anderson, presidente do TED, conta que Ammy Cuddy recebeu mais de 15 mil mensagens de feedbacks positivos, após ter feito uma palestra para o TED sobre como a mudança corporal pode aumentar a autoconfiança. Isso mostra, como uma linguagem que conecta pode inspirar e influenciar na vida de mundas pessoas.

A habilidade de falar em público não é um dom em que alguns nascem e outros não. É algo que pode ser aprendido, com treino e persistência. Exercícios de linguagem corporal ajudam tanto na oratória, como nos seus sentimentos de nervosismo e ansiedade. Usar uma comunicação empática para as perguntas, críticas ou feedbacks que apareçam após o seu discurso fazem a diferença entre uma comunicação comum e uma comunicação que gera conexão.