ME FIZERAM UMA PERGUNTA SURPREENDENTE

Como ser um ouvinte melhor?

Esta pergunta veio de um dos meus seguidores do Instagram e fique mexida com ela. Primeiro porque ouço várias pessoas querendo saber o que podem fazer para serem ouvidas e não o contrário. Em segundo lugar, porque faz parte do nosso funcionamento cerebral mais imediatista, estar mais interessado no que nós próprios temos para falar, do que, o que as outras pessoas têm para nos dizer.

Pra realmente ouvir alguém, não basta apenas prestar atenção no que ela está dizendo, precisa ouvir o que está por trás das palavras que ela está dizendo. Ouvir os sentimentos e necessidades não atendidas que estão ali na comunicação dela, mesmo quando ela não expressa isso abertamente com as palavras.

Ouvir com empatia é tirar nossos julgamentos e juízos de valor da escuta. Prestar atenção ativamente e não passivamente, ou seja, “checando” se você está ouvindo o que a outra pessoa está dizendo. Fazemos isso quando traduzimos para ela sentimentos que ela nem havia notado que estão ali, também quando repetimos com nossas próprias palavras o que ouvimos para verificar se a mensagem foi recebida como o esperado.

Saber ouvir, é também, ouvir com o corpo inteiro, sem armaduras e resistências, ouvir de peito aberto, ouvir cruamente o que está sendo dito, pontual, no momento presente e sem preconceitos. Não é ouvir como se você estivesse na pele da outra pessoa, mas como é ser aquela pessoa naquela pele.

É muito fácil de se dizer quando alguém não está ouvindo, mas difícil dizer como é realmente ouvir.