COMO RESOLVER OS CONFLITOS DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS

As técnicas de comunicação compiladas de forma prática por Marshall B. Rosenberg, para aprimorar os relacionamentos profissionais e pessoas, surgiu enquanto ele estudava os fatores que afetam nossa capacidade de nos mantermos humanos e percebeu o papel crucial da linguagem e do uso das palavras nesse processo.

Embora a maioria das pessoas não acharem que é violenta a forma em que elas se expressam, simplesmente pelo fato de não usarem xingamentos, insultos e um tom de voz mais agressivo, não é raro quando nossa comunicação induz à mágoas e à dor, seja para nós mesmos ou para os outros. E aqui me refiro às palavras que usamos, os encadeamentos das ideias e a linguagem corporal que assumimos.

Marshall escolheu o termo comunica não-violenta (CNV), mencionando o conceito de não-violência atribuída por Gandhi – referindo-se a nosso estado compassivo natural quando a violência houver se afastado do coração.

Hoje a CNV é um recurso muito utilizado para resolução de conflitos de todos os tipos, desde brigas de casais, conversas de equipe de trabalho, até conflitos violentos ou graves vividos em Israel e Palestina, por exemplo.

A CNV promove maior profundidade no escutar, fomenta o respeito e a empatia e provoca o desejo mútuo de nos entregarmos de coração. Marshall B. Rosenberg

Algumas pessoas usam a CNV para aprofundar seus relacionamentos afetivos, para gerar relacionamentos eficazes no trabalho ou para escutarem e conversarem consigo mesmas.

O passo a passo da CNV você pode conferir no texto: O que é a comunicação não violenta?