3 DICAS PARA VOCÊ SER ALTAMENTE PERSUASIVO

Hoje eu vou te dar 3 dicas que podem dobrar sua taxa de conversão de venda. Antes de apresenta-las eu gostaria de esclarecer a diferença entre persuasão e manipulação.

O processo de persuasão envolve a habilidade de empatia, ou seja, se colocar no lugar da outra pessoa (com os olhos dela e não com os seus olhos no corpo dela) e entender suas necessidades. Com esse entendimento você consegue falar uma linguagem em que as necessidades dela sejam saciadas e isso é altamente persuasivo. Já a manipulação é entender o medo das pessoas e usar essa informação e forjar uma necessidade que a pessoa não tem.

Agora que esclarecemos isso, vamos seguir aqui com as dicas de persuasão.

#1 NECESSIDADES: As pessoas não compram produtos, elas compram a saciedade de alguma necessidade. Eu explico melhor! As pessoas não desejam comprar uma furadeira, elas desejam ter um buraco na parede, se formos mais fundo ainda, elas desejam pendurar algo decorativo ou uma lembrança na parede. Com isso quero dizer que enquanto você continuar vendendo um produto, em vez de saciar uma necessidade, as chances são de você ter poucos resultados. Se por outro lado, você construir relacionamentos e comunicações com seus possíveis clientes e ir a fundo em suas necessidades, com muito menos energia você converterá mais vendas. Isso é mais do que achar o cliente certo para seu produto, isso é chamar atenção de pessoas que não estavam procurando pelo seu produto, mas perceberam que ele pode saciar uma necessidade que talvez ela nem tivesse percebido que tinha, ou que tinha percebido, mas não tinha achado a melhor forma de resolver.

#2 MEDO OU AMBIÇÃO: 98% das vezes nosso cérebro toma decisões baseadas em emoções, mesmo naqueles momentos que achamos que estamos fazendo uma decisão racional. Dentre todas as emoções tem 2 que impulsionam mais fortemente nossas decisões: o medo e a ambição. O processo de compra é um processo de decisão, portanto essas emoções podem ser persuasivas nesse momento. Por exemplo, as pessoas não compram uma Ferrari porque tem medo de chegar atrasado no trabalho, ou porque tem medo de atolar o carro no barro e etc. Nesse exemplo elas compram movidas pela ambição, de poder andar em altas velocidades, ouvir o ronco do motor, poder gastar um alto valor em um carro e etc. Porém, qualquer produto tem as 2 emoções, por exemplo, a pessoa pode comprar uma Ferrari pelo medo de ficar de fora de um círculo social. Entender qual dessas duas emoções pode ser mais persuasiva para seus potenciais clientes, fará toda a diferença no momento de finalização da compra, e isso poderá ser diferente de uma para outra pessoa. Por isso eu reforço o poder da comunicação empática, para entender as necessidades e os sentimentos que estão por trás da comunicação das pessoas.

# 3 PRIMEIRO IMPACTO, DEPOIS PERSUASÃO: Antes de iniciar o processo de persuasão você precisa fazer que o potencial cliente preste atenção no que você tem para falar pra ele. Chegar já de cara oferecendo um produto ou um serviço para o cliente comprar cria muita resistência, por mais que ele queira o seu produto. |Iniciar com uma conversa antes de ir direto ao ponto tem resultados melhores. O que chama atenção no nosso cérebro são notícias e manchetes que impactam uma dessas duas emoções citadas acima, então você pode utilizar isso em títulos de e-mail, ou postagens nas mídias sociais. Tanto na venda pela internet, como presencialmente, iniciar o processo de venda com uma conversa é mais persuasivo.

Ao chegar no final deste texto você deve ter notado que ter a habilidade de empatia, impacta diretamente no seu poder de persuasão. Deixarei aqui uma seleção de textos sobre empatia para facilitar o seu processo de desenvolver essa habilidade:

Os 4 passos da Comunicação Empática

Pra quê eu preciso saber o que a outra pessoa está sentindo?

Percebemos aquilo que nomeamos

Os 3 tipos de cliente