COMO FAZER UMA DR SEM BRIGAR

Como fazer uma “DR” (discussão de relação) sem correr o risco de nunca mais falar com a pessoas novamente?

Vou te explicar neste texto qual a melhor forma de fazer aquela “lavagem de roupa suja” das relações.

Toda vez que você for dar um feedback para alguém, falar alguma coisa que está te incomodando, alguma coisa que você acha que a pessoa vai receber mais com resistência do que com agrado, fale antes de qualquer coisa, algo que você admire na pessoa. Com isso você consegue quebrar a resistência inicial e as outras informações serão recebidas de forma mais leve.

Fale o que não te agrada, fazendo uma observação pontual e sem julgamento.

Como assim?

A maioria das pessoas inicia uma DR ou um feedback fazendo julgamentos, por exemplo: “Você é muito controlador”, “Você se mete demais na minha vida”, “Você não me ouve”. Tudo isso são formas de julgamentos. Quando você se comunica assim as chances da outra pessoa se sentir atacada, criticada e ofendida são grandes e isso leva à justificativas e mais julgamentos, perpetuando um ciclo vicioso de maus entendidos e brigas.

Uma maneira mais eficaz de comunicar isso que você está sentindo é fazer uma observação pontual daquilo que você está julgando. O que foi que a pessoa fez que você está julgando que ela não te ouviu. Talvez ela tenha te interrompido enquanto você falava, talvez depois que você fez um pedido ela fez o contrário daquilo que você pediu. Qual foi a ação dela que te contou que ela não te ouviu? Comunique essa ação pontual e o que você sentiu quando ela fez tal ação.

Esse tipo de comunicação é bem mais eficaz porque:

#1 É recebida com menos resistência, porque não foi feito um ataque pessoal (julgamento).

#2 É recebida com mais empatia, porque o outro consegue entender as consequências (sentimentos) das atitudes dele.

#3 É recebida com mas proatividade, porque sabemos exatamente quais ações nossas desencadeiam sentimentos negativos nos outros e assim mortificá-las se aquilo fizer sentido para ele.