É ISSO QUE TE TORNA CONVINCENTE

A espontaneidade é o que muitas pessoas chamam de carisma e isso não é algo que as pessoas nascem ou não com ela, se trata da expressão da nossa autenticidade. A espontaneidade revela se as pessoas poderão confiar ou não em você, é isso que te torna convincente. Isso influencia os entrevistadores na hora de decidir quem financiar, influencia as avaliações dos entrevistadores de candidatos a empregos e etc.

Quando somos criança nossa linguagem corporal é autêntica, nos movemos de forma livre e fluída, ao longo do tempo vamos perdendo a espontaneidade. As das pessoas passam maior parte do tempo sentadas, quando se movimentam fazem movimentos repetitivos de academia, caminhada ou exercícios estáticos como dos treinos funcionais, nada contra esses exercícios, eles são ótimos para a saúde, mas o cérebro acompanha o corpo, com isso a espontaneidade vai se perdendo.

O vocabulário do corpo vai ficando restrito, portanto se é somente esse repertório que temos para usar, quando vamos nos expressar ficamos com uma linguagem corporal mais durona, mais robotizada e isso acontece nos pensamentos também, fica difícil improvisar, não conseguimos pensar “fora da caixa” e ver caminhos diferentes para resolver os problemas.

Se temos no nosso repertório uma quantidade de movimentos, gestos e posturas que conhecemos, é isso que iremos expressar pela linguagem corporal. Se ampliarmos essas possibilidades, teremos maiores possibilidades como recurso para usar quando vamos nos comunicar. Se colocarmos no nosso vocabulário corporal movimentos mais sinuosos, confiantes ou movimentos que requerem improvisação e adaptação, isso vai contribuir para nossa linguagem corporal ser mais carismática e mais autêntica.

Quando a gente mexe no corpo também mexe no cérebro.

Na próxima segunda-feira (08/04) eu farei uma aula ao vivo às 20h, com exercícios práticos para aumentar o vocabulário na linguagem corporal, para assisti-la gratuitamente é só se inscrever no link:

https://linguagensqueconectam.com.br/inscricao-aula-ao-vivo