O PODER DE TER SUAS IDEIAS OUVIDAS

Há 25 anos dois jovens se formaram no mesmo curso, na mesma Universidade e esses jovens eram bem parecidos, os dois tiravam notas acima da média e ambos tinham sonhos ambiciosos para seus futuros. Recentemente eles se reencontraram na festa de comemoração de 25 anos de formatura e eles continuavam muito parecidos, os dois estavam casados, os dois tinham 3 filhos e os dois trabalhavam na mesma empresa, mas tinha uma diferença bem notável na vida deles, um deles era o gerente de um pequeno departamento dessa empresa e o outro era o presidente.

Essa história que eu te contei foi escrita por Martin Conroy e ela ajuda a ilustrar que não são necessariamente os certificados, PHDs e formações que fazer a diferença na vida das pessoas. A diferença está naquilo que ela sabe e naquilo que ela faz com o que ela sabe, a diferença está em suas habilidades.

Por exemplo, apenas saber na teoria as técnicas de oratória ou de leitura corporal e nunca as ter colocado em prática, não é o que vai fazer você ter resultados extraordinários quando você precisa usar esses conhecimentos em momentos importantes da sua vida. A mesma coisa se aplica às suas ideias e conhecimentos, sem a habilidade de criar network, fazer com que as pessoas prestem atenção em você e ser convincente, você não conseguirá comunicá-las e levá-las adiante.

Segundo o Junior Borneli, que é um dos fundadores da startup Startse, muita gente não dá a devida importância para o networking, normalmente se esquecem que tudo se resume a relacionamentos pessoais. Nunca subestime o alcance de uma conexão. O poder da empatia para promover a conexão entre você e as outras pessoas é gigantesco. Quando você se conecta com pessoas melhores que você, automaticamente sua barra sobe e você consegue ir mais longe.

Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é realidade – Raul Seixas.