GATILHOS MENTAIS PERDEM O EFEITO SE AS PESSOAS SOUBEREM SOBRE ELES?

Será que quando as pessoas conhecerem e souberem sobre os gatilhos mentais, eles irão perder o efeito?

O fato é que não, eles não irão perder o efeito!

Os gatilhos mentais não vão parar de funcionar porque eles conversam com o sistema límbico (parte do cérebro relacionada às emoções), eles não conversam com a parte racional do cérebro e é justamente por isso que eles funcionam tão bem. Eles fazem parte do funcionamento do nosso cérebro.

Tem algumas pessoas que argumentam dizendo que agora todo mundo usa o gatilho mental da escassez e as pessoas já estão ficando “vacinadas”, elas já sabem que você está falando isso só para vender mais.

O gatilho mental da escassez é aquele que deixam algum produto ou serviço escasso, ou seja, limitado, não é todo mundo que pode ter acesso a ele. Esse é um gatilho mental muito poderoso porque ele dá o sentimento de urgência nas pessoas e isso faz com elas tomem uma decisão mais rápido.

1003_topo_so-hoje-mbQuando me falam que as pessoas não “caem” mais nesse gatilho eu digo que elas não estão usando da forma correta ele. Porque saber usar um gatilho mental e conversar com as emoções das pessoas não é só reproduzir frases do tipo: “Só hoje” ou “Vagas limitadas”, você precisa orquestrar uma sequência de gatilhos corretamente, você precisa entender o fundamento dele pra saber exatamente a hora e a forma de usá-los.

Por exemplo, a escassez só vai funcionar se ela vier acompanhada do gatilho mental da razão, que é uma explicação do porquê aquilo está escasso e essa escassez precisa realmente ser verdadeira, porque se ela não existir, se você estiver usando esse gatilho apenas para vender mais, a outra pessoa vai conseguir ler através da sua comunicação corporal de que aquilo não é verdade, a escassez vai soar como se você estivesse dizendo isso só pra vender. Quando acontece isso apaga-se do cérebro a confiança e a autoridade, que são os fundamentos essenciais da comunicação com o sistema límbico.

Outro gatilho mental muito poderoso é o da conversa, quando você conversa com as pessoas e realmente escuta o que elas estão falando, você descobre os sonhos, medos, o que elas desejam e as objeções que as impedem de chegar onde elas querem.

Essa conversa te permite fazer 2 coisas:

#1 Ter a oportunidade de customizar o produto/serviço para algo que os seus potenciais clientes queiram comprar, porque não tem fórmula mágica que faça uma pessoa comprar aquilo que ela não quer.

#2 Personalizar a estratégia de comunicação que terá com aquela pessoa e isso faz toda a diferença, porque você conseguirá transpor aquelas objeções que impedem ela de dar um passo a diante e comprar o que você está oferecendo.

Quando você realmente dá o que as pessoas querem e com sinceridade as ouve e responde às suas perguntas no processo de compra, a venda acontece de forma natural. Essa confiança, autoridade e conversa gera relacionamento, relacionamentos geram fãs e fãs compram de você, viram verdadeiros advogados da sua marca, fãs recomendam o seu trabalho pra amigos e fãs são a espinha dorsal do crescimento de um negócio.